Inovação e tecnologia são os dois pilares para uma empresa que almeja sucesso no presente ou futuro. Permanecer na zona de conforto enquanto a firma gera lucro parece uma ideia econômica. Mas a carência nos investimentos tecnológicos uma hora gera prejuízos difíceis de recuperar.

Qual o momento certo para investir em tecnologia e inovação? A resposta é sempre. Se não há tantos recursos atuais, a organização deve começar a inovar aos poucos os processos, bens ou serviços.

O que fazer para a constante atualização de inovação e tecnologia nas grandes instituições, sem muitas complicações? Isso vamos explicar no presente texto.

Quais os tipos de inovação e tecnologia aplicar na empresa?

Inovar não é inventar, necessariamente. A inovação utiliza algo existente para melhorar em alguma questão técnica, em geral.

Tanto um produto como uma atividade operacional pode receber impactos de projetos inovadores para a otimização. Em resumo existem 4 tipos de inovação corporativa possíveis de serem implementadas em qualquer indústria:

  • Inovação de eficiência;
  • Inovação incremental;
  • Inovação radical;
  • Inovação disruptiva.

Abaixo conheça cada um dos conceitos de inovação aplicáveis em organizações de diferentes segmentos:

Inovação de eficiência

Agrega competitividade à companhia. Aperfeiçoa produções, relações comerciais ou a experiência de consumidores.

Por exemplo, migrar dados para a nuvem e facilitar a rapidez da colaboração das equipes é uma iniciativa inovadora.

Outra exemplificação é a integração dos gateways de pagamentos. Eles automatizam a conciliação bancária, gerando vantagens consideráveis de tempo aos gestores de e-commerce.

Inovação incremental

Embora não seja uma inovação e tecnologia revolucionária, essa prática é comum a nível empresarial. São medidas para adicionar incrementos que mantém atualizados os produtos ou serviços.

Um exemplo global popular é o smartphone. Todos os anos as grandes marcas lançam novos aparelhos com poucas modificações.

Inovação radical

É um nível mais arriscado de inovação e tecnologia, que se funcionar eleva a marca para outro patamar mercadológico. Algumas vezes surge como acidente de trabalhos ou experimentações.

Para melhor garantia de efetividade, a inovação radical necessita de estudos, pesquisas e conhecimentos do mercado. Essa prática exige uma demanda para justificar a criação, sendo que inovar com base em algo que existe pode facilitar a implementação.

Vamos ao exemplo: O celular é uma tecnologia e inovação radical que vem dos telefones fixos. Inovadora por possibilitar flexibilidade na comunicação sem fio, uso de aplicativos, barateamento operativo, conexão online, entre outras vantagens.

Inovação disruptiva

É essencial não confundir inovação radical com disruptiva. O método disruptivo vai além, não só na mudança de mercadorias como também nos impactos comerciais.

A inovação disruptiva explica o nascimento das startups que em pouco tempo modificam os padrões de mercados gigantes.

Exemplificando, historicamente há os PCs Apple que extinguiram computadores pessoais gigantes e pesados.

Mais para a atualidade, podemos destacar os aplicativos de delivery cujo impacto está nos restaurantes que eliminam a utilização do telefone para atender solicitações com rapidez.

Há aplicações que também facilitam a comunicação sem telefones ou deslocamentos no escritório: WhatsApp, Messenger, e-mails corporativos, etc.

Quais as 8 principais tendências da inovação e tecnologia corporativa?

Uma das maneiras simples de entender como aplicar inovação e tecnologia no trabalho é conhecer as 8 tendências da TI corporativa:

1 – Inovação e tecnologia com transformação digital

A nova economia demanda inovação tecnológica por estar submetida a um tipo de revolução, denominada: Transformação digital.

Novos itens ou processos produtivos são potencializados com a transformação digital no ambiente de trabalho.

Bancos de dados inteligentes, automatização de tarefas e análises, rastreamento de funções produtivas, avançados programas intuitivos ou robôs são possibilidades técnicas para uma companhia transformada digitalmente.

2 – Inovação e tecnologia com Big Data

O conceito central de Big Data é encarar os dados como valiosos ativos de um negócio. Como tal, as informações geradas por clientes e processadas nas tecnologias geram insights que definem a melhor estratégia empresarial.

3 – Tecnologia e inovação com computação na nuvem

A computação em nuvem extingue o armazenamento nos servidores locais. Isso significa uma redução de riscos e um aumento nas chances de inovar em termos produtivos, estimulando a colaboração do trabalho remoto.

4 – ML (Machine Learning) e IA (Inteligência Artificial)

Os chatbots com atendentes virtuais que simulam humanos para prestar atendimento são exemplos básicos de IA + ML.

Robôs interativos respondem as perguntas com exatidão, sem erros humanos operacionais. Máquinas inteligentes não precisam de remuneração, alimentos, descansos ou motivação para trabalhar com alto desempenho.

5 – Inovação e tecnologia com blockchain

Ao trabalhar nas redes blockchain criptográficas é possível contar com a maior proteção do mundo de sistemas dinâmicos.

Utilizando contatos inteligentes dá para gerar tokens que atraem novos investimentos para alavancar as operações de uma companhia, tendo menos burocracias comerciais e estatais nas negociações.

7 – Realidades tecnológicas

Realidade Virtual, Aumentada ou Mista é um tema que merece atenção. Principalmente após o Facebook afirmar que pretende investir no aprimoramento das tecnologias do gênero para o Metaverso do Meta.

Essa aprimoração vai gerar uma série de serviços no mercado para diversas empresas aprimorarem a realidade tecnológica, melhorando a contribuição dos processos internos.

No ponto de vista externo, as realidades tecnológicas são aplicadas para melhorar a experiência de compras. Essa estratégia assegura uma boa impressão de produtos e serviços, estabelecendo profundas conexões entre marcas e clientes. Exemplos:

  • Uma retail tech com recursos virtuais nas vitrines físicas;
  • Vendedores com tablets na mão integrados aos estoques para agilizar o atendimento;
  • Programas para experimentar roupas mesmo sem o cliente estar nas lojas fisicamente;
  • O Metaverso com públicos que assumem os papéis de avatares para a interação em ambientes virtuais detalhistas.

8 – Inovação e tecnologia com IOT (Internet das Coisas)

Uma impressora tem acesso tanto aos computadores como para a internet. Isso acontece com geladeiras, canetas, relógios, automóveis e outras milhares de coisas.

Com dispositivos conectados, um staff trabalha em sistemas de comunicação aperfeiçoados, que envolvem pouca ou nenhuma interação humana. Automaticamente uma corporação calcula:

  • Quantas canetas existem nas mesas;
  • Números de folhas usadas em todas as impressoras;
  • A temperatura das garrafas de água no refrigerador da copa;
  • Os carros em operação para realizar entregas;
  • A energia consumida por cada computador;
  • Entre muitas outras tarefas administrativas.

Um modelo para inovar

Ao unir as principais tendências tecnológicas junto com um dos tipos de inovação você pode formar o modelo ideal, para planejar os prórios processos inovadores.

Lembrando que qualquer simples projeto tecnológico que melhora o ritmo ou a qualidade da produção é um ato inovador.

Inovação e tecnologia incluem desde o simples investimento para melhorar a internet corporativa até desenvolver um exército robótico, para atender as longas filas do estabelecimento rapidamente.