As informações de sua empresa são hoje o seu maior patrimônio. Por isso, a preocupação com os dados é prioritária. Um Centro de Operações de Segurança (SOC) pode ser a solução.

As informações que sua empresa guarda são o reflexo de sua marca

Nos últimos anos, o número de ataques cibernéticos cresceu assustadoramente. Ninguém está a salvo:  usuários comuns a grandes empresas – como Yahoo e Sony, por exemplo – podem ser alvo de criminosos virtuais, abalando a estrutura e a confiabilidade do serviço, especialmente quando dados de seus usuários são hackeados, causando transtornos dos mais diversos. Obviamente, quando os sistemas de sua empresa são invadidos, há um reflexo extremamente negativo em sua marca. Dados da National Cyber Security Alliance apontam que, 60% das empresas que sofrem um ataque grave podem fechar suas portas em seis meses ou menos. Esses dados alarmantes nos colocam em um ponto reflexivo, e cabe aos empresários reservarem um tópico importante em seus escopos de trabalho: até onde as informações de minha empresa e de meus clientes estão realmente protegidas? Qual o nível de segurança que meus sistemas ofertam? Quanto tempo meu departamento de tecnologia poderia demorar para identificar um ataque e, ainda mais preocupante, será que meu departamento detectaria este ataque a tempo?

Por conta desses questionamentos, o mercado de tecnologia oferece dezenas de serviços voltados à segurança da informação. Um dos mais importantes destes serviços é o SOC – Security Operation Center ou Centro de Operações de Segurança, na tradução literal.

Um centro de operações de segurança (SOC) é uma instalação que abriga uma equipe de segurança da informação responsável por monitorar e analisar a postura de segurança de uma organização continuamente. O objetivo da equipe de SOC é detectar, analisar e responder a incidentes de segurança cibernética usando uma combinação de soluções de tecnologia e um forte conjunto de processos. Vai muito além de hardware, passando por manuais de conduta de usuários, análise de comportamentos e usabilidade, identificação de eventos de segurança,entre outros. É uma central que integra diversos serviços voltados à segurança e tecnologia da informação, com a finalidade de proteger sistemas contra invasões através da detecção de possíveis ameaças que estão em progresso ou que ainda podem vir à tona.

Os centros de operações de segurança geralmente contam com analistas e engenheiros de segurança, além de gerentes que supervisionam as operações de segurança. A equipe do SOC trabalha em estreita colaboração com equipes de resposta a incidentes organizacionais para garantir que os problemas de segurança sejam resolvidos rapidamente após a descoberta.

Os centros de operações de segurança monitoram e analisam a atividade em redes, servidores, terminais, bancos de dados, aplicativos, sites e outros sistemas, procurando atividades anômalas que possam indicar um incidente ou comprometimento de segurança. Pode-se dizer que o  SOC é responsável por garantir que possíveis incidentes de segurança sejam corretamente identificados, analisados, defendidos, investigados e relatados.

Resposta rápida pode ser a diferença entre a proteção e a invasão

Imagine sua empresa sendo invadida por criminosos virtuais sem que você nem ao menos perceba. Em determinado momento, sua equipe de TI nota pequenas alterações no comportamento dos sistemas e essas alterações começam, a cada minuto, se tornarem mais constantes quando, finalmente, há um colapso total, causando um crash ou até mesmo o vazamento de informações, inclusive financeiras. Tarde demais: seu sistema foi invadido e o estrago está feito.

Um sistema centralizado de operações de segurança, com profissionais e técnicas avançadas e modernas de testes de invasão e detecção de invasores poderia ter evitado essa tragédia. É importante ter em mente que, quanto mais rápido a invasão for detectada, maiores são as chances da equipe de segurança evitá-la.

Agora imagine você sendo o cliente dessa empresa invadida. Sua reação inicial seria, provavelmente, a preocupação em saber que informações importantes acerca de sua pessoa podem estar nas mãos de indivíduos mal-intencionados. Claramente, a sua confiança na empresa cai vertiginosamente e é bem natural que você considere deixar de ser um cliente. Afinal, é obrigação das empresas manterem a segurança dos dados que você disponibilizou a elas. Isso abala os negócios. Afinal, confiança é um dos pilares da relação cliente-empresa.

Por essas e outras razões, é imprescindível considerar um SOC. Os prováveis prejuízos à sua marca não compensam os riscos de não contar com um serviço deste tipo.

SOC In-house x SOC terceirizado

É possível às empresas criarem, internamente, sua própria estrutura de SOC. Para isso, é elementar que a empresa possua pessoal com expertise suficiente para a gerência de um sistema centralizado que possa inviabilizar a invasão. Um espaço específico para essas operações de segurança, com hardware próprio se faz necessário. Além disso, é preciso capacitar equipes para que estejam atualizadas quanto aos mais recentes processos de invasão e métodos de detecção, prevenção e resposta a esses ataques. Isso tudo, obviamente, requer um orçamento específico, e deve fazer parte do centro de custos da corporação. Afinal, a segurança deve ser provida 24x7x365.

Uma opção, considerada mais viável para muitas empresas, é terceirizar o SOC, onde o monitoramento da segurança é feito de forma remota, por profissionais atualizados e com hardware próprio. Dessa maneira, a monitoria que seria feita por equipe própria da empresa passa a ser de responsabilidade da terceirizada, que pode promover, inclusive, treinamentos para funcionários, criando normas de segurança que dificultariam o acesso dos criminosos virtuais. Também passa a ser responsabilidade da terceirizada, promover resposta imediata em caso de invasão, minimizando danos. Para a contratação de uma empresa especializada, faz-se necessário pesquisas de mercado, optando pela confiabilidade e experiência da empresa contratada.

In-house ou terceirizada, tenha em mente que a segurança das informações de sua empresa e clientes estão acima de quaisquer outros tópicos. Previna-se!

Cyber Security Security Network Hacking Internet